Fique por
Dentro
23
jul

5 dicas sobre como administrar seu próprio negócio

Com o modelo de trabalho mudando a cada dia, é cada vez mais comum que pessoas estejam em busca de abrir o próprio negócio. Controle maior do tempo, autonomia, possibilidade de trabalhar em casa e até de aumentar os ganhos: são vários os motivos para investir na administração de um empreendimento próprio. Geralmente administrados da própria casa e servindo até como renda extra, esse tipo de negócio é uma saída para problemas como desemprego ou dificuldade de recolocação no mercado. E entre as muitas opções na hora de empreender, a consultoria é uma das que mais se destacam.

Além de trabalhar em casa e fazer seu próprio horário, ser um consultor pode trazer muitas vantagens, como uma rotina diversificada e nada monótona, um grande leque de oportunidades de trabalho, desenvolvimento de atividades até então não exploradas, como a comunicação, e o contato com pessoas diferentes todos os dias. Além disso, se você já possui outra ocupação, mas mesmo assim quer ter um negócio próprio e conseguir uma renda extra, a consultoria oferece a flexibilidade necessária.

Pensando na necessidade de administrar seu próprio negócio de casa e com eficiência, listamos 5 dicas de como se sair bem empreendendo como consultor e ter sucesso em seu negócio. Confira:

Seja organizado: quando falamos em trabalhar por conta, organização é essencial, e deve ser regra na rotina de um consultor. Mesmo nos dias mais corridos, reserve um momento para organizar tudo o que é necessário, sem esquecer de anotar pedidos ou informações importantes, bem como compromissos com clientes. E lembre-se: não faça exceções, pois isso pode se tornar um hábito e só dificulta o controle do seu negócio.

Cuide do seu dinheiro: talvez a dica mais importante na hora de empreender. Nesse momento, o fluxo de caixa é muito importante, assim como ter sempre o controle de suas vendas e seu orçamento controlado. Vender produtos e deixar para receber depois, sem gerir situação por situação, pode se tornar um problema, colocando em perigo todo o lucro que você poderia ter e criando despesas imprevistas.

Ouça seu cliente: o cliente sempre tem razão. Por mais que seu papel seja vender produtos que ele talvez não saiba precisar, é importante ouvi-lo e estar em sintonia com suas necessidades, modelando o seu serviço para atende-lo da melhor forma possível. Considere pequenas diferenças de cada cliente e seja próximo o suficiente de cada um deles, conquistando sua confiança e criando um canal mais direto e com menos ruídos de comunicação entre vocês.

Conheça o seu produto: não tem como vender um produto que você não conhece e não confia, certo? Isso não significa que você precise experimentar ou obter tudo o que vende, mas conhecer a funcionalidade de cada item ou serviço seu é um ótimo diferencial. Esteja sempre atualizado e tente encontrar a melhor solução possível para o problema do seu cliente.

Separe vida pessoal da financeira: última dica e muito importante. Não importa se você realiza a consultoria como atividade extra ou como única renda, é importante separar seus lucros e rendimentos da sua conta bancária pessoal. Assim, você tem controle do quanto ganha, do quanto tem disponível para investir em seu negócio e não perde o controle do seu dinheiro.

É claro que existem muitos outros fatores para se pensar no momento de ter um negócio próprio, mas o mais importante é buscar uma nova forma de ganhar dinheiro e utilizar o seu tempo. Se você ficou interessado e deseja se tornar um consultor Golfran, clique aqui e entre em contato conosco!

Quero mais informações sobre como ter o meu negócio e ser um franqueado Golfran.

Gostou?
Compartilhe com seus amigos e clientes
Voltar